Medicação segura – Hospital de Cirurgia capacita equipes assistenciais sobre Meta 3 de Segurança do Paciente

6 de agosto de 2021

Ao longo de Julho, o Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) do Hospital de Cirurgia promoveu a ação educativa “Big Phone da Segurança do Paciente”, na qual foi trabalhada a Meta 3 de segurança do paciente: medicação segura. Participaram do treinamento todas as unidades assistenciais do Hospital, além da Farmácia, que também está inserida nos protocolos institucionais da Meta 3.  A ação foi concluída no final do mês de julho.

Leia mais

Durante a iniciativa, os colaboradores das alas foram questionados, capacitados e orientados, por meio de contato via ramal, em relação aos protocolos institucionais e objetivos da Meta 3: melhorar a segurança na prescrição, no uso e na administração de medicamentos.

Foram explorados protocolos referentes a medicamentos de alta vigilância, medicamentos controlados, medicamentos fracionados e também “Os 11 certos para administração de medicação” – paciente certo, medicamento certo, via certa, hora certa, dose certa, registro de administração certo, orientação correta, forma certa, resposta certa, validade e armazenamento.

De acordo com o enfermeiro Tailson Gois, gerente interino do NSP, a ação cumpriu seus principais objetivos. “Buscamos realizar um treinamento de forma mais lúdica e por meio de uma linguagem facilitada, em que houvesse maior adesão dos colaboradores, uma boa interação e comunicação entre as equipes, a fim de promover uma melhor transferência da informação”, considera o enfermeiro.

Como incentivo à participação no treinamento, ao final da ação, as equipes com maior adesão foram premiadas com uma cesta de lanche. “Avaliamos o quantitativo de respostas corretas e qual foi a equipe com maior adesão multidisciplinar”, explica Tailson. Dessa forma, no turno da manhã, a vencedora foi a UTI U; no turno da tarde, a Ala E; no turno ímpar da noite, a UTI X; no turno par da noite, a UTI V; na Farmácia, o turno da manhã foi o ganhador.

Segundo Rayssa Jacauna, enfermeira da ala E do Hospital, o treinamento proporcionou uma maior capacitação e qualificação do serviço prestado. Para ela, a conquista da equipe foi possível graças ao comprometimento e a constante busca por melhorias.

“O trabalho, a educação e o serviço diários, o comprometimento da equipe em querer qualificar o serviço e prestar o melhor atendimento aos pacientes. Entendemos que é necessário manter uma qualidade do serviço e estamos dispostos a melhorar a cada dia”, afirma a enfermeira.